Destaques

Já é quase Natal

Contratação de temporários, reforço no estoque, produtos e serviços personalizados… a proximidade do Natal começa a movimentar a cidade

 

No Aqui Agora Confecções 17 pessoas terão a oportunidade de conseguir um emprego fixo. É que com a chegada do final do ano, o número de funcionários vai aumentar. A previsão é que sejam abertas 35 vagas temporárias, destas, 50% poderão se tornar fixas. “Temos espaço para mais gente, mas isso vai depender do desempenho de cada profissional”, explica o responsável pelo departamento de Recursos Humanos, William Ruiz Dalmasi. As vagas serão para vendedores, seguranças, caixas, estoquistas e atendentes da lanchonete que fica no interior da loja.

Com 25 anos de mercado, o Aqui Agora emprega 130 pessoas, sendo 35 vendedores e assistentes de provador. São dois pisos de roupas e acessórios femininos, masculinos e infantis. Para o final de ano, o estoque está recebendo reforço desde setembro 35% superior aos outros meses do ano. O carro-chefe é a venda de moda feminina, responsável por mais de 40% do faturamento. Em seguida vem a moda masculina, com 22%, e o restante fica com moda infantil e fitness.

Nas datas comemorativas o departamento de visual merchandising trabalha para criar um ambiente que favoreça as vendas e o bem-estar do cliente. São feitas decorações temáticas no carnaval, dia dos pais, dia das mães, dia das crianças, entre outras, mas a decoração mais expressiva é a do Natal. “Em 16 de novembro, um dia após a abertura oficial do Natal de Maringá, estaremos com a decoração finalizada. Teremos uma árvore com quase três metros, bonecos de Papai Noel, renas e muito mais”, diz.

 

Reforço no estoque

Com 34 lojas em várias cidades paranaenses e em Ciudad del Este, no Paraguai, as Casas Ajita também reforçarão a equipe. Em Maringá são três unidades: na avenida Brasil, Shopping Cidade e Mandacaru Boulevard.

De acordo com a gerente da loja da avenida Brasil, Mônica Muller, que faz parte do grupo há quase 26 anos, a expectativa para o final do ano é superar as vendas do ano passado em 10%, para isso, o estoque, principalmente da coleção primavera/verão, também vem sendo reforçado desde setembro. “Em relação aos outros meses do ano, nesta época costumamos comprar até 20% a mais para nos preparar para o aumento nas vendas”, diz.

Na loja, que além de calçados, vende bolsas, acessórios e artigos esportivos, o carro-chefe também são os itens femininos, que correspondem a 40% do faturamento.

Para dar conta do aumento de vendas, a equipe de atendimento será reforçada. Também há previsão de contratação para serviços gerais. “Os funcionários temporários vêm para aliviar o corre-corre na loja, principalmente nos dias em que o comércio fica aberto até as 22 horas”, diz.

A preparação para o Natal ainda inclui decoração temática. Mônica tem tudo em mente e em breve deve começar a executar. Para este ano, a proposta é fazer flores de papel para as vitrines e caprichar na árvore de Natal. “Compramos uma árvore grande recentemente, por isso, vamos usá-la, mas quero inovar nas cores dos enfeites para deixar tudo lindo”, diz.

 

Contratação de temporários

De acordo com estimativa do Conselho de Desenvolvimento Econômico de Maringá (Codem), o último quadrimestre do ano deve registrar 704 contratações temporárias, entre construção civil, indústria, comércio e prestação de serviços, um número atípico em comparação com os últimos dez anos. Caso os números se mantenham, 2019 deve terminar com saldo de quase duas mil vagas.

 

Produtos exclusivos

Com a experiência de criação de projetos gráficos, a publicitária Joice Domingues realizou o sonho de ter o próprio negócio. De trabalhos corporativos, ela migrou para criações afetivas e, assim, surgiu a Arte e Papel Artesanato, especializada em papelaria para aniversários, casamentos, nascimentos, batizados etc.

Na trajetória da empreendedora, a paixão pela papelaria sempre andou lado a lado com a decoração. “Por alguns anos, fui responsável pela montagem de projetos internos de decoração natalina para algumas empresas em Maringá”, diz.

Depois veio o desejo de unir as duas áreas e ‘trazer o Natal para dentro da loja’. Atualmente, além dos itens de papelaria, a loja fica repleta de opções para que empresas e residências entrem no espírito natalino. São guirlandas, bonecos, árvores e outros enfeites. “Além disso, continuo fazendo o trabalho de consultoria. Funciona assim: o cliente, pessoa física ou jurídica, informa o orçamento e eu faço o projeto de decoração”, explica.

A ideia tem dado certo, afinal neste ano o investimento na decoração natalina foi quatro vezes superior ao de três anos atrás, quando esse trabalho começou. Otimista, a empreendedora preparou para o final de ano três produtos exclusivos, feitos sob encomenda, que prometem incrementar o faturamento.

A primeira opção é uma caixa personalizada para crianças. “Dentro os pequenos encontrarão papel de carta e envelope decorados para escrever cartinha ao Papai Noel, também tem giz de cera, lápis de escrever, selos e confetes para comer”. Outra opção é um kit de porta-guardanapos personalizados e, por fim, um jogo de bolas para árvore de Natal com o nome dos membros da família.

 

Maringá Encantada

Com abertura agendada para 15 de novembro, a campanha Maringá Encantada espera receber mais de 1,2 milhão de visitantes. A abertura será a partir das 17 horas na praça Renato Celidônio, com a chegada do Papai Noel, apresentação de coral de 400 crianças, acendimento das luzes da cidade e show com Sérgio Reis e Renato Teixeira. Nos distritos de Floriano e Iguatemi a abertura será, respectivamente, em 20 e 24 de novembro e no Parque do Japão, no dia 29.

Na praça Renato Celidônio, onde serão instaladas duas praças de alimentação e um parque de diversões ficarão novamente a roda gigante de 32 metros de altura; o túnel de luz, que contará com um show sincronizado de música e luzes, e a Vila do Papai Noel. No espaço terá a casa do Papai Noel, que deve receber mais de quatro mil visitantes por dia; casa dos duendes; árvore de Natal e um letreiro da Maringá Encantada para tirar fotos. Ao todo serão mais de cem atrações artísticas e culturais em vários pontos da cidade e nos distritos.

Neste ano a praça Napoleão Moreira terá mais atrações. Entre elas, uma torre de 40 metros de altura, conhecida como ‘Big Tower’. O brinquedo, que simula um elevador, proporcionará uma visão privilegiada da avenida Brasil decorada. As pessoas subirão em bancos numa plataforma com dispositivos de segurança e repentinamente a plataforma cairá. Na praça também haverá outros brinquedos e opções gastronômicas com food trucks e comida artesanal.

Atendendo a pedido de lojistas, a estação do trenzinho que faz passeios pela cidade não será na rua Basílio Sautchuk, será na avenida Getúlio Vargas. Por fim, outra novidade é que neste ano não haverá show pirotécnico – a decisão foi tomada atendendo pedidos de ONGs e protetores de animais, que sofrem com barulho.